Cardiologia: explorar fronteiras, expandir conhecimentos

Cardiologia: explorar fronteiras, expandir conhecimentos

“Explorando As Fronteiras Da Cardiologia” foi o lema da IV reunião clínica anual da UCARDIO – Unidade Cardiovascular de Riachos. o cardiologista e coordenador do projeto, Doutor Jorge Humberto Guardado, conta ao perspetivas os resultados desta reunião que, além de ser um evento de referência, fomenta a troca de experiências e a partilha de saber.”

Pelo quarto ano consecutivo, a UCARDIO reafirmou a sua importância internacional no domínio da Cardiologia, juntando vários profissionais em torno de um programa dedicado aos limites desta especialidade, aproximando-a de outras áreas, nomeadamente a Pediatria e Pneumologia.

Para Jorge Guardado, esta Reunião de dois dias tem o mérito de criar uma ponte entre o meio clínico e o exterior. Além disso, “torna-se também interessante pela diversidade de temas”, já que, colocando a cardiologia no centro, estabelecem-se parcerias que beneficiam a ciência e os pacientes.

Assim, mais do que uma reunião de cardiologistas, este é um evento dedicado a aproximar doentes, classe médica e parceiros institucionais.

Destaques

Nesse sentido, o clínico considera que um dos pontos altos da reunião foi o bloco “Para além da Cardiologia – O que preocupa os doentes”, já que permitiu cruzar o saber científico com preocupações transversais a muitos pacientes, como apneia de sono, Dr. Orlando Santos, patologias renais, Dra. Ana Vila Lobos, e hiperhidrose, Prof. Javier Gallego.

Uma das novidades da edição de 2019 prende-se com uma iniciativa inédita, o Curso de Cardiologia Avançada, decorrido na manhã do primeiro dia. Trata-se de um curso prático, baseado na especialização de Jorge Guardado na área da Cardiologia de Intervenção e no SimulHeart – uma tecnologia desenvolvida pelos Doutores João Silva Marques e Manuel Oliveira Santos (da equipa da UCARDIO) para a simulação em 3D daquilo que diariamente ocorre nas salas de hemodinâmica e Intervenção Cardiovascular. Contando com o honorável patrocínio da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), “o curso foi um sucesso”, já que foi o primeiro do género em Portugal e teve uma adesão substancialmente superior à prevista.

Outro ponto merecedor de destaque foi o Curso para Técnicos de Cardiopneumologia, pois abriu também a Reunião a profissionais com um papel determinante no trabalho diário de um Cardiologista. Ambos os cursos foram complementados por oficinas de trabalho, onde participaram 50 formandos.

O Primeiro dia encerrou com a Sessão Solene de Abertura, que foi precedida da conferência da Prof. Hortense Cotrim sobre consentimento informado em idades pediátricas, trabalho feito em grande parte na UCARDIO.

Respeitando o sucesso alcançado, também o dia seguinte arrancou com “uma mesa brilhante” sobre a atualidade da Cardiologia com excelentes comunicações, onde esteve envolvido o Corpo Clínico da UCARDIO, tendo depois um painel de grande qualidade na moderação e comentários, Dra. Maria José Loureiro, Dr. Carlos Catarino e Dr. Rui Caria.

Seguiu-se a conferência do Professor Carlos Cotrim, que tem desenvolvido um importante trabalho de pesquisa na aplicabilidade do Ecocardiograma de Esforço nas crianças, sendo a UCARDIO um dos principais Centros onde reside essa investigação.

Antes da pausa para almoço houve ainda lugar para uma conferência sobre sexualidade masculina, promovida pelo Dr. Paulo Vasco e com comentário da psicóloga da UCARDIO, Dra. Sara Carvalhal. “Fechou com chave de ouro, principalmente sendo uma mulher a comentar esta temática”, acrescenta o Dr. Jorge Guardado.

Posteriormente, o jurista Luís Miguel Dória alargou a discussão à Lei, Ética e Responsabilidade no Ato Médico e em Medicinas Alternativas, um tema cuja importância se cruza com a atualidade mediática. No final, depois da Sessão Casos Clínicos, foi atribuído um prémio monetário ao caso vencedor.

Debate de interesse público

Contando 184 participantes, a Reunião teve lugar a 25 e 26 de outubro, dividindo-se entre o Convento do Carmo e a Biblioteca Municipal, em Torres Novas. Pela primeira vez, palestrantes, assistentes e técnicos oriundos de várias latitudes pernoitaram por estas paragens, desenvolvendo assim o tecido comercial da região.

Por outro lado, a repercussão nas redes sociais demonstra a importância deste evento, reforçando o papel da UCARDIO e comprovando a excelência da iniciativa. Para o futuro, espera-se elevar a fasquia e dar continuidade ao desafio de organizar a V edição desta Reunião.

Fonte: perspetivas.pt

Partilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *